fbpx
BicentenárioNews

No Bicentenário da Independência, Luiz Philippe repete grito de seu pentavô, d. Pedro I

Compartilhar

Na Av. Paulista, em São Paulo, o deputado federal e membro da família imperial, Luiz Philippe, convoca população ao juramento de Liberdade que fundou o Brasil como estado soberano

Estrela do Bicentenário da Independência nas  manifestações da Av. Paulista, que reuniu mais de 1.500.000 de pessoas (dados da PM), Luiz Philippe de Orleans e Bragança, pentaneto de d. Pedro I, andou pela avenida, cumprimentou pessoas, tirou fotos e subiu em caminhões para inspirar os participantes a continuar a luta pela independência e a Liberdade iniciada há 200 anos. “Cada um de nós deve prestar juramento e cumpri-lo em nome das próximas gerações”, observa  ele.

Em seu discurso, Luiz Philippe lembrou a missão constitucional que foi levada a cabo por seu antepassado no Brasil e em Portugal, a fim de resguardar que tanto a soberania como a liberdade estivessem em lei e que não pudessem sofrer com a ação de tiranos, por isso ressaltou a necessidade de uma nova constituição, mais ampla e com mais poderes para a população e a democracia direta. “Hoje o Legislativo é quem manda, tomaram o orçamento das mãos do Executivo e vivemos uma democracia jabuticaba, pois votamos em um presidencialismo e não vivemos nem um parlamentarismo, que era a outra opção em que não votamos”, completa.

O grito às margens do rio Ipiranga vai além do protocolar “Independência ou Morte”, e inclui uma profissão de fé que ecoa até hoje no coração dos brasileiros: “Pelo meu sangue, pela minha honra, pelo meu Deus, juro lutar pela independência do Brasil!”, bradou também Luiz Philippe, 200 anos depois, acompanhado dos milhares de brasileiros em volta dos caminhões do movimento Avança Brasil e do movimento Monarquista, dentre outros, em um momento de muita emoção, que embargou a voz do descendente do Libertador Pedro I. O pronunciamento terminou com a frase do ideal constitucional que Luiz Philippe tem propagado em suas redes e em seu livro, “A Libertadora, uma nova constituição para o Brasil”: “Brasil soberano, brasileiro livre!”.

Luiz Philippe de Orleans e Bragança – 7.9.22 São Paulo – Vera Amatti
Print Friendly, PDF & Email

Vera Amatti

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »
Brasil 200 anos Brasil luta pela liberdade Séries Netflix tem mais de 1 bilhão de horas assistidas Emancipation – Uma História de Liberdade Wandinha Episódios