fbpx
eAutoMagazineNews

Gigante do transporte norueguês, avança para ter todos os seus edifícios livres de emissões até o final de 2025

Transporte de mercadorias – a caminho de um futuro mais verde.

Quando você diz “peças de mercadorias” e “transporte pesado”, muitos pensam em veículos pesados ​​com impacto negativo no meio ambiente.

Isso está prestes a mudar, a Posten e a Bring já estão no caminho certo com a conversão dos veículos para uma frota de carros mais ecológicos.

Agora os carros maiores estão a caminho, para que os clientes de carga geral, tenha a certeza de que as mercadorias serão transportadas com segurança e sustentabilidade.

As estatísticas da Agência Ambiental Norueguesa* mostram que aprox. 33% das emissões de gases com efeito de estufa provêm dos transportes e do tráfego rodoviário que é responsável por aproximadamente metade disso.

Durante muitos anos, as emissões dos transportes apresentaram uma curva ascendente, mas em 2014 a tendência inverteu-se. O aumento do uso de biocombustíveis nos veículos é um fator importante para a redução, mas a eletrificação também tem contribuído para as mudanças na quantidade de emissões.

A conversão da nossa frota automóvel é um bom exemplo disso.

A meta ambiental é que, até 2030, se reduza as próprias emissões de veículos e edifícios em 42% e, até 2040, as emissões líquidas de todos os transportes rodoviários sejam zero.

Já foi percorrido um longo caminho quando se trata de substituir as vans por carros elétricos. Agora é hora de converter os veículos mais pesados.

É assim que a bring atua para um transporte mais ecológico: Aumento do uso de trilhos

O transporte ferroviário é um transporte de baixa emissão e representou 0,03% do total de emissões de transporte da Noruega em 2020.

Posten e Bring são um dos maiores usuários de trens nos países nórdicos, e grande parte de toda a carga geral é transportada por trem. 

  • Em 2021, aumentamos o uso de trens em 6,9% em relação a 2020.
  • No total, transportamos 223.128 contêineres nas linhas ferroviárias norueguesas e internacionais no ano passado**.

Veículos renováveis

No geral, o grupo Posten possui a maior frota de veículos sustentáveis ​​da Noruega, com 1.577 veículos livres de combustíveis fósseis.

A fase de transição foi iniciada para substituir os grandes e pesados ​​veículos com combustíveis fósseis por alternativas renováveis.

Por um longo período, foram testados caminhões elétricos no leste da Noruega com bons resultados.

Agora também estão testando veículos elétricos de longa distância.

Recentemente, foi enviado um caminhão elétrico em uma viagem de 1.600 quilômetros de Oslo a Tromsø, a primeira da história.

Isso dará bons dados e experiência sobre como grandes veículos elétricos respondem a condições mais difíceis, como estradas frias e de inverno. Se você quiser saber mais sobre como o caminhão elétrico mais ao norte do mundo se saiu, você pode ler mais sobre isso aqui.

Reutilizando pneus

Contratos assinados para aquisicao de pneus que permitem comprar pneus reformados em vez de novos.

Em 2021, o número de pneus reformados em veículos mais pesados ​​de 380 em 2020 para 1.350. Ao comprar esse tipo de pneu em vez de novo, se economiza para o meio ambiente 50 quilos de matéria-prima por pneu. Com as compras de pneus reaproveitados em 2021, se economizou 67,5 toneladas de matéria-prima.

Veículos a diesel atendem aos rígidos requisitos de emissão

Todos os veículos de transporte pesado possuem motores Euro6, que são os motores a diesel mais ecológicos do setor.

O Euro6 possui uma tecnologia de limpeza que remove todas as emissões de NOx de seu próprio escapamento. Medições do Institute of Transport Economics mostram que as emissões dos veículos pesados ​​com tecnologia Euro6 têm emissões muito baixas em termos de NOx e partículas, em comparação com a geração anterior de motores Eurodiesel.

Mercadorias enviadas por estrada, são transportadas em caminhões com os níveis de emissão mais baixos do setor.

Meio ambiente e sustentabilidade no comando de todos os terminais

Os serviços de carga geral entregam em rampa ou porta em toda a Noruega.

Para obter um transporte econômico, as mercadorias são recarregadas e consolidadas em um dos terminais de carga.

Várias unidades diferentes também são frequentemente co-localizadas nos terminais, o que reduz o número de quilômetros percorridos entre os terminais. Se produz energia renovável em vários dos edifícios e cinco dos terminais têm painéis solares nos telhados.

Todos os terminais recém-construídos possuem classe energética A, uma classificação baseada em muitas especificações específicas.

Depende do valor correto de luz nas janelas, da quantidade de isolamento no piso, teto e paredes e se o aquecimento ocorre da maneira mais sustentável possível.

Além disso, se trabalha na otimização energética de todos os terminais existentes e na redução de seu consumo de energia elétrica, além da redução de desperdícios e aumento do grau de triagem na fonte.

Fonte: BRING

Print Friendly, PDF & Email

Paulo Fernando de Barros

CEO em BAP Duna Gruppen, fundador e editor em Duna Press Jornal e Magazine.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »
Brasil 200 anos Brasil luta pela liberdade Séries Netflix tem mais de 1 bilhão de horas assistidas Emancipation – Uma História de Liberdade Wandinha Episódios