fbpx
Esportes

Vettel afirma que era “um alvo fácil” no México

Compartilhar

A série de três resultados consecutivos entre os 10 primeiros da Aston Martin chegou ao fim no GP da Cidade do México, com Sebastian Vettel e Lance Stroll cruzando a linha em 14º e 15º, respectivamente, deixando os dois pilotos refletindo sobre um fim de semana difícil no México.

Ambos fizeram boas largadas na corrida, com Vettel subindo duas posições para 14º no final da 1ª volta, posição que manteve até a primeira rodada de pit stops. O tetracampeão mundial então parou para o pneu médio depois de fazer 38 voltas com os macios.

Vettel então começou a percorrer o pelotão, mas lutou no final da corrida, com os pilotos do pneu macio o ultrapassando – deixando-o terminar a corrida em 14º. Após a corrida, Vettel revelou por que se sentia um “alvo fácil”.

“No geral, estávamos um pouco lentos demais hoje”, disse Vettel. “No início da corrida, eu conseguia segurar os carros à minha frente, mas depois tive um pouco de azar de me envolver com Yuki [Tsunoda]. Seu carro foi danificado e ele voltou para a pista bem na minha frente [e] perdi muito tempo e fui um alvo fácil para os outros”.

“O carro não estava muito bom e a tarde foi um pouco difícil, mas felizmente não perdemos muito terreno na luta pelo sexto lugar no campeonato de construtores”.

O companheiro de equipe, Stroll foi o que mais colocou na volta 1 – indo da 20ª para a 15ª – antes de se envolver em uma batalha com Pierre Gasly, que viu o piloto da AlphaTauri receber uma penalidade de cinco segundos por forçar Stroll para fora da pista. No entanto, o canadense não acreditou que o incidente teve impacto em sua corrida.

“A largada foi ótima; foi definitivamente o destaque da corrida”, disse Stroll. “Na mudança com Pierre [Gasly], ele freou tarde, me ultrapassou, mas não me deu espaço. No entanto, não teria realmente mudado o nosso dia se isso não tivesse acontecido”.

“Houve momentos divertidos passando por outros carros, mas lutamos muito com nosso ritmo e os pneus. Vamos tentar entender essa queda no desempenho e ver como podemos progredir para maximizar as duas últimas corridas da temporada”.

A Aston Martin segue agora para o Brasil quatro pontos atrás da Alfa Romeo na luta pelo sexto lugar na classificação de construtores.

Fonte: Fórmula 1


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »
Brasil 200 anos Brasil luta pela liberdade Séries Netflix tem mais de 1 bilhão de horas assistidas Emancipation – Uma História de Liberdade Wandinha Episódios