fbpx
News

Pará: Festival “Tempero de Origem” é realizado na Estação Cultural de Icoaraci

Compartilhar

Vila Sorriso recebe evento pela primeira vez neste fim de semana.

Mais uma vez, o melhor da gastronomia, turismo e da cultura paraense vão se encontrar no Festival “Tempero de Origem”, que ocorre neste sábado (10) e domingo (11). O Festival chega na sua 4ª edição com uma novidade: será realizado pela primeira vez na Vila Sorriso, na Estação Cultural de Icoaraci. A ação é uma iniciativa do Governo do Estado por meio das Secretarias de Cultura e Turismo e conta com a parceria de órgãos como o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Pará e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Pará (Abrasel). 

O Festival é gratuito e reúne diversos expositores locais para a comercialização de produtos alimentícios, além de palestras e cozinhas shows com chefs de cozinha renomados que apresentam ingredientes típicos da culinária amazônica em receitas criativas para o público. Além disso, o público pode apreciar shows de artistas da terra nos dois dias com nomes como Thamires Alves e Fé no Batuque, Gêh Rodriguez, e o Charme do Choro com Lorena Monteiro. 

“Esse é um evento que ressalta a gastronomia e os ingredientes paraenses, expõe tanto para o belenense como para o turista a variedade e a diversidade de temperos do Pará e apresenta várias regiões do Estado para os visitantes conhecerem a origem da produção, um pouco da sua cultura e principalmente estimular turistas a irem conhecer esses lugares; conhecer onde é feito o queijo do Marajó, onde é feito o beiju de Pirabas, a farinha de Bragança, o chocolate da Transamazônica, entre outros. A novidade desta edição é a realização na Estação Cultural de Icoaraci, movimentando a economia local e o turismo neste distrito tão querido de Belém”, destacou o secretário de Turismo do Estado, André Dias. 

Para o secretário de Estado de Cultura, Bruno Chagas, “A cultura alimentar do paraense é uma das nossas expressões de identidade mais originais. Ela demonstra a nossa ligação com a natureza, com as nossas tradições, com o povo da floresta e também com aqueles que vieram de fora para cá. Este Festival demonstra a valorização e a importância da cadeia produtiva da gastronomia. Desde o produtor rural, da agricultura familiar, que trabalha de forma muito artesanal e que garante a originalidade dessa gastronomia. Por isso, é muito importante um evento como esse para aperfeiçoarmos e alinharmos um debate crescente da nossa identidade cultural relacionada à gastronomia. Belém é a capital conhecida como uma das cidades criativas da gastronomia a valorizar cada vez mais essa cultura alinhada a um desenvolvimento da cadeia produtiva e a um debate crescente para a valorização da nossa região e da nossa gastronomia é importante e necessário”. 

Rubens Magno, diretor superintendente do Sebrae no Pará, destacou que “Mais uma vez o Sebrae Pará participa com muita alegria da 4ª edição do ‘Tempero de Origem’. Evento concebido com o Governo do Estado, por meio da Secult, Setur e colaboração também da Abrasel para mostrar que nós temos uma cozinha originária, uma cozinha com produtos advindos do campo, principalmente com uma ancestralidade gigantesca. E o objetivo do Sebrae é fazer com que esses empreendedores possam colocar os seus produtos na mão de chefes renomados e que a gente possa mostrar ao Pará e ao mundo a potencialidade que temos com os nossos produtos”.

Fonte: Agência Pará


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »
Brasil 200 anos Brasil luta pela liberdade Séries Netflix tem mais de 1 bilhão de horas assistidas Emancipation – Uma História de Liberdade Wandinha Episódios