fbpx
Política

PT pode ter armado tudo para inserções fraudadas em rádio, diz diretor de rádio da Bahia

Compartilhar

Diante da polêmica das 154 mil inserções do presidente Jair Bolsonaro (PL) não veiculadas em rádios de todo Brasil, em especial no Nordeste, denunciada pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, e pelo coordenador da campanha bolsonarista, Fábio Wajngarten, o diretor da Rádio Clube da Bahia, Washington Rodrigues, revelou que, no caso da sua emissora, a campanha do ex-presidente Lula e o PT tiveram interferência direta.

Conforme informado por Washington, a campanha de Lula induziu a equipe da sua emissora ao erro. Na ocasião, foram enviadas duas inserções, que são veiculadas durante a programação, pelo PT, sendo uma o direito de resposta.

No entanto, a veiculação do programa do presidente Bolsonaro acabou sendo deixada de lado, pelo fato de a emissora não ter sido informada pela campanha de Lula que teriam duas inserções, além da de Bolsonaro.

“Tudo isso foi induzido pela campanha do Lula. Eu já estive no Ministério Público, já levei o material e prestei depoimento. Agora, eles devem tomar todas as medidas cabíveis”, afirmou em entrevista à Jovem Pan.

A declaração acontece logo após a exoneração de um funcionário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), responsável pelas inserções das campanhas, ter sido exonerado do seu cargo.

Fonte: Terra Brasil Notícias


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »
Brasil 200 anos Brasil luta pela liberdade Séries Netflix tem mais de 1 bilhão de horas assistidas Emancipation – Uma História de Liberdade Wandinha Episódios