fbpx
News

Governo Federal lança plataformas digitais para fortalecer o sistema de direitos humanos

Compartilhar

Uma das iniciativas é o Sistema Integrado Nacional de Direitos Humanos para tornar mais simples o acesso às informações e a adesão às políticas federais.

OGoverno Federal anunciou a Agenda Brasil Para Todos que traz um conjunto de ferramentas digitais para aprimorar o sistema de Direitos Humanos no país. Foram lançados o Sistema Integrado Nacional de Direitos Humanos, o Portal das Organizações da Sociedade Civil e a Escola Federativa. A cerimônia de lançamento aconteceu nesta segunda-feira (21/02), no Palácio do Planalto, com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro,

O Sistema Integrado Nacional de Direitos Humanos é uma iniciativa do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) que integra e unifica, em um ambiente virtual, as plataformas de direitos humanos já existentes, além de ações e serviços da pasta disponíveis ao cidadão. Com a ferramenta, fica mais simples e rápido conhecer, participar e acessar as políticas de Direitos Humanos. Assim, se amplia o alcance de políticas como as de direitos da família, da pessoa idosa, pessoa com deficiência e da mulher.

A unificação de informações vai contribuir para tornar mais fácil o trabalho dos gestores na ponta. Por exemplo, os dados do MMFDH mostram que mais de 2 mil municípios não tem o Conselho Municipal do Idoso e mais de 3 mil ainda não contam com o Fundo Municipal do Idoso. Por meio do Sistema Integrado, fica mais simples para os gestores municipais acessarem as informações detalhadas de como implementar essas instâncias.

Um dos itens que passa a fazer parte do Sistema Integrado Nacional de Direitos Humanos é o Sistema Integrado da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, plataforma oficial do Governo Federal para receber, registrar e encaminhar denúncias de violação de direitos humanos. A partir de agora, quando uma mulher procurar atendimento em um município, o gestor vai ter uma senha especial para a área de proteção e poderá saber de onde ela veio e a que rede de proteção já pertence. Segundo o MMFDH, a rede de proteção passará a estar interligada, permitindo acompanhar os casos de violações de direitos em escala nacional.

Na cerimônia, também foi lançada pela Secretaria de Governo da Presidência da República (Segov) a Escola Federativa, ferramenta que permitirá que os gestores dos municípios adquiram conhecimentos para aprimorar a formulação de políticas públicas no país. A ferramenta agrega conteúdos gratuitos como cursos, seminários e oficinas para capacitar servidores públicos e agentes políticos municipais, além de atividades de intercâmbio de boas práticas de governança e gestão. Os conteúdos estão divididos em temas como educação, infraestrutura, gestão de pessoas, e compras, contratos e licitação.

A ideia central da Escola Federativa, de acordo com a Segov, é treinar e capacitar, à distância, pelo menos um servidor em cada prefeitura brasileira para que esse agente compartilhe o conhecimento com os vários setores da administração municipal, tornando as prefeituras mais modernas e mais conectadas com os vários programas federais.

Já o Portal das Organizações da Sociedade Civil, também da Segov, centraliza informações de interesse das organizações, como links para capacitações gratuitas sobre recursos, legislações, editais de apoio a projetos, incluindo a publicação do Guia Básico para Captação de Emendas Parlamentares Individuais. O Portal busca fortalecer os atores que levam desenvolvimento econômico e social aos que estão em situação de vulnerabilidade.

Na cerimônia, foi assinado um Acordo de Cooperação Técnica entre o MMFDH e a Segov para contribuir com a capacitação de gestores estaduais e municipais e de setores da sociedade civil para operacionalizar o Sistema Integrado Nacional de Direitos Humanos.

Confira o conteúdo das plataformas digitais:

Sistema Integrado Nacional de Direitos Humanos

Portal das OSCs

Escola Federativa

Fonte: Governo Federal


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »
Brasil 200 anos Brasil luta pela liberdade Séries Netflix tem mais de 1 bilhão de horas assistidas Emancipation – Uma História de Liberdade Wandinha Episódios