News

Homem é absolvido por ‘crime de honra’ de modelo paquistanesa após perdão dos pais

Compartilhar

O irmão de uma estrela da mídia social paquistanesa que foi assassinada em um dos mais notórios “crimes de honra” do país foi absolvido nesta segunda-feira depois de cumprir menos de seis anos de prisão, disseram advogados.

Qandeel Baloch, 26, tornou-se famosa por seus posts sugestivos e desafiadores que iam contra os costumes profundamente patriarcais da nação antes de sua morte em 2016.

Seu irmão Muhammad Waseem foi preso e mais tarde condenado à prisão perpétua por estrangulá-la, dizendo descaradamente à imprensa que não tinha remorso pelo assassinato porque o comportamento dela era “intolerável”.

“Ele foi totalmente absolvido” por um tribunal da cidade de Multan, no leste do país, disse à AFP seu advogado Sardar Mehboob, sem dar mais detalhes.

A ordem judicial ainda não foi divulgada.

O caso se tornou o “crime de honra” de maior destaque dos últimos anos – onde as mulheres são punidas letalmente por parentes do sexo masculino por supostamente trazer “vergonha” à reputação de uma família.

Sob uma recente mudança na lei paquistanesa, os perpetradores não podem mais pedir perdão à família da vítima – às vezes sua própria família – e ter suas sentenças comutadas.

No entanto, se um assassinato é ou não definido como um crime de honra fica a critério do juiz, o que significa que os assassinos podem teoricamente alegar um motivo diferente e ainda ser perdoados.

No caso de Baloch, seus pais inicialmente insistiram que seu filho não receberia absolvição. Mas depois eles mudaram de ideia e disseram que queriam que ele fosse perdoado.

Um advogado da mãe dos irmãos disse que ela deu “seu consentimento” para perdoá-lo, de acordo com seu advogado Safdar Shah.

A expectativa é que ele seja solto ainda esta semana.

“Waseem pode agora sair em liberdade enquanto Qandeel foi condenado por sair dos limites do que é considerado comportamento ‘aceitável’ para as mulheres no Paquistão”, disse o biógrafo Sanam Maher à AFP.

Com informações de France 24


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Fernanda da Silva Flores

Fernanda da Silva Flores é graduada em História pela UNOPAR (2018) e possuí pós-graduação em Gestão e Organização da Escola com Ênfase em Supervisão Escolar (2019) também pela UNOPAR. Fundou o site Rainhas na História em setembro de 2016. Reside em Itajaí, Santa Catarina, Brasil.
Botão Voltar ao topo
Translate »
Filosofia – Parte I Brasil 200 anos Séries Netflix tem mais de 1 bilhão de horas assistidas Emancipation – Uma História de Liberdade Wandinha Episódios