fbpx
CulturaHistóriaLivros

Império do Brazil e Reino de Israel – Aliança

Compartilhar

O Império do Brasil e o Reino de Israel: Amor milenar – O primeiro Imperador do Brasil na Terra Santa

MONARQUIA, GRANDES LÍDERES MUNDIAIS E TRANSIÇÃO DE ERAS SÃO ASSUNTOS EM ALTA!

D. PEDRO II NA TERRA SANTA: QUE TAL VOCÊ TER ACESSO AO DIÁRIO DE VIAGEM DO IMPERADOR DO BRASIL?

É um prazer compartilhar com nossos exigentes leitores as caminhadas, conversas, troca de experiências e editorial com o Prof. Dr. Reuven Faingold.

Nosso amigo e verdadeiro “maestro” de História fala conosco a partir de Kfar Saba, próximo a Tel Aviv, Israel.

Em tempos do assunto MONARQUIA, de comemoração do Bicentenário da Independência do Brasil, ao mesmo tempo em despedida da Rainha Elizabeth II, a monarca mais idosa, que permaneceu mais tempo como governantes do que já foi o maior império do mundo, o Império Britânico, é momento de lembrar também sobre o Império do Brazil, sobre aquilo que já foi e pode tornar a ser no cenário mundial.

Sob o prisma acima, note que interessantíssimo: Victor Hugo, na sua obra “O Retorno do Imperador” (1840), afirma que, para o povo brasileiro, D. Pedro II continuará sendo “le petit-fils de Marc Aurêle” [o neto de Marco Aurélio], aquele que fala italiano como um toscano, francês como um parisiense, alemão como um prussiano, e inglês como um professor britânico. Em resumo, a perfeição de todos os Imperadores. Vamos reiterar isso ao final.

Considerando os apaixonados por História da Monarquia, História do Brasil, Império do Brazil, ainda outros queridos leitores judeus, judaizantes, muçulmanos ou cristãos, todos mergulhados no conhecimento do Oriente Médio e História de Israel e do Brasil (sim, Brazil desde o início); impulsionado por não poucos eruditos, decidi aguçá-los com o que segue.

Resumido currículo do Prof. Dr. Reuven Faingold:

  • Doutor em História Geral
  • PhD em História Judaica pela Universidade Hebraica de Jerusalém
  • Membro do Congresso Mundial de Ciências Judaicas
  • Co-fundador da Sociedade Genealógica Judaica do Brasil, em São Paulo
  • Curador de exposições iconográficas (MASP e SESC)
  • Escritor da Introdução ao Dicionário Sefaradi de Sobrenomes
  • Coordenador do Memorial da Imigração Judaica e do Holocausto, em São Paulo

Dentre as áreas de especialização do Prof. Faingold, destacamos:

  • Judeus e cristãos novos na Península Ibérica
  • Genealogia Judaica
  • Judaísmo na História da Arte
  • Os judeus no Brasil durante o reinado de D. Pedro II
  • O Holocausto do Povo Judeu.

Dr. Faingold tem um recado aos leitores de Δαn βεrg:

Prof. Dr. Reuven Faingold, PhD em História Judaica pela Universidade Hebraica de Jerusalém, direto de Kfar Saba, próximo a Tel Aviv, Israel Israel

Dentre as fontes, e fatos impressionantes, destacamos: 2 de setembro de 2018, o Museu Nacional do Rio de Janeiro foi atingido por um incêndio. Uma Torá (Bíblia) estava ali guardada. Dias depois, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) confirmou que nove rolos de pergaminhos da Torá haviam escapado intactos do sinistro que devastou por completo o museu. A Torá estava entre milhares de peças que faziam parte do acervo cultural da instituição.

Prof. Reuven Faingold nos brinda com um grande tema, guardado a sete chaves no Museu Imperial de Petrópolis: a inesquecível viagem de D. Pedro II à Terra Santa em 1876.

Na imensidão de pedras preciosas desse histórico, não precisamos garimpar; simplesmente tropeçamos nas joias:

“[…]

Após visitar os Estados Unidos, Europa, Escandinávia e Rússia, o Imperador D. Pedro II concretiza um dos maiores sonhos de sua vida: conhecer a Terra Santa.

Cavalgando uma égua branca como as neves do monte Hermon, e acompanhado da Imperatriz Tereza Cristina e comitiva de 200 pessoas, o monarca brasileiro examina os lugares mais recônditos da antiga Terra de Israel.

O percurso teve momentos de fortes contrastes: alegrias e tristezas, religiosidade e devoção. Todas as impressões do roteiro foram registradas no “Diário de Viagem à Palestina”. O relato de Sua Majestade é fascinante.

A figura do último Imperador do Brasil ainda não foi devidamente estudada no ambiente de seu tempo. Amado e elogiado, criticado e censurado, D. Pedro II foi um soberano extremamente culto e uma personalidade singular que merece um lugar de destaque na galeria dos grandes vultos do século XIX.

Página 69 do D. Pedro II na Terra Santa, Prof. Reuven Faingold | Degustação aos leitores de Dan Berg

Victor Hugo, na sua obra “O Retorno do Imperador” (1840), afirma que, para o povo brasileiro, D. Pedro II continuará sendo “le petit-fils de Marc Aurêle” [o neto de Marco Aurélio], aquele que fala italiano como um toscano, francês como um parisiense, alemão como um prussiano, e inglês como um professor britânico. Em resumo, a perfeição de todos os Imperadores.

[…]”

Dessas tantas pérolas, impossível não causar êxtase aos mais aguçados a caligrafia do monarca, registrando o diário em francês. Esse é um simples aperitivo do que você há de saborear, na íntegra, em breve.

Junte-se à caravana imperial nessa inesquecível viagem no tempo.

Prof. Dr. Reuven Faingold – Historiador e educador | Doutor em História Geral | PhD em História Judaica pela Universidade Hebraica de Jerusalém | Membro do Congresso Mundial de Ciências Judaicas | Co-fundador da Sociedade Genealógica Judaica do Brasil, em São Paulo | Curador de exposições iconográficas (MASP e SESC) | Escritor da Introdução ao Dicionário Sefaradi de Sobrenomes | Coordenador do Memorial da Imigração Judaica e do Holocausto, em São Paulo.

Dentre as áreas de especialização do Prof. Faingold, destacamos: Judeus e cristãos novos na Península Ibérica | Genealogia Judaica | Judaísmo na História da Arte | Os judeus no Brasil durante o reinado de D. Pedro II | O Holocausto do Povo Judeu.

Fonte e imagens: D. Pedro II na Terra Santa – Diário de Viagem – 1876 – Autor: Reuven Faingold | Editora Sêfer

• Δαn ßεrg •

Escritor e ensaísta: rabiscos.

Carpe diem, frui nocte! Non dvcor, dvco!

Adsumus!

Envie para quem você ama!

  • Obrigado a você que compartilha o link desta matéria em seus grupos e redes sociais. Sabemos que algumas plataformas irão boicotar, por motivos óbvios – o que, de per si, já é um grande sinal! Ainda assim, prosseguiremos nosso trabalho.
  • Acesse gratuitamente todas as matérias de Dan Berg publicadas na plataforma Duna, Norway | Integração Cultural Brasil-Noruega [clique]
Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Translate »
Brasil 200 anos Brasil luta pela liberdade Séries Netflix tem mais de 1 bilhão de horas assistidas Emancipation – Uma História de Liberdade Wandinha Episódios